pragueguia-em-praga.com.br

Regiões turísticas

Castelo de KarlstejnPaisagem variada da Boémia Central

Castelo de Karlstejn

um castelo próximo a Praga, em uma cidade chamada Karlstejn. O trem pra lá custa CZK 64,00/ida e volta, 1 hora de viagem. O trem sai cada 30 minutos de estacao chamada Smichov - linha B, amarela.

http://www.hradkarlstejn.cz/en/

kutna horaKutna Hora

A maior atração de Kutna Hora é o Ossuário, uma igreja toda decorada internamente com ossos humanos, tem ossos de mais de 4000 pessoas lá. É simplesmente sinistro ! Esta igreja fica a uns 20 minutos caminhando da estação de trem de Kutna Hora, é só seguir as placas. Pra entrar no Ossuário custa CZ 40,00. O ossuário é pequeno, mas é de outro mundo, vale muito a pena a visita.

Na cidade também tem outras igrejas, Catedral de Santa Barbora, dá pra ir a pé, demora uns 40 minutos.

O trem sai cada hora de estacao central - Praha Hlavni nadrazi - o trem custa CZK 175, aprox. 7 EUR (ida e volta), a viagem dura umas 2 horas.

http://www.kutnahora.cz/index.php?lns=en

O Sul da Boémia - é uma região de natureza muito variada. Além da típica paisagem plana de lagos e turfeiras, rodeada de densas florestas e extensos prados, encontramos aqui também uma paisagem montanhosa árida. A moderna civilização parece pouco ter afectado esta paisagem com um rico património cultural e histórico. Ela oferece aos seus visitantes um vasto leque de actividades turísticas, desde caminhadas a pé e possibilidades para pescar até à prática de desportos aquáticos, assim como a visita de cidades históricas, castelos, palácios e conventos. O tesouro das cidades do Sul da Boémia é Ceský Krumlov, cujo o centro histórico faz parte da lista do Património Mundial da UNESCO.

ckrumlov

site oficial de Cesky Krumlov: http://www.ckrumlov.info/php/

ckrumlov

Dica:

em vez de pegar o tour super caro de agencias locais, vao de onibus de Praga até Cesky Krumlov
Trem é mais lento - a estacao é mais afastada, embora o caminho seja montanha abaixo.

O onibus sai de rodoviaria: Florenc - linha amarela B, ou Na Knizeci - linha amarela B - estaçao de Andel. A passagem custa aprox. 7 EUR/pessoa, ida.

ckrumlov

A viagem até Český Krumlov dura cerca de 3 horas. O ônibus para antes em Česke Budějovice, capital da região da Boêmia do Sul. Essa região é conhecida por produzir ótimas cervejas (Budweiser - Budvar).

Na verdade, a Bud americana é uma cópia descarada (do nome) e imitação maltrapilha (do sabor) do original tcheco.

Ceske Budejovice, a cidade quadradinha do post de ontem, tem este nome estranho desde 1919. Antes disso, ela pertencia ao Império Austro-Hùngaro e, portanto, tinha um nome alemão – Budweis. A cerveja produzida na cidade desde 1295(!) era conhecida como Budweiser.

ckrumlov

A cidade é LINDA. Tem apenas 15 mil habitantes. De fato, o centro histórico mudou muito pouco desde a Idade Média. Todas as ruelas que nos levam da praça principal em direcção à sua bela torre redonda, na outra margem do rio Vltava, são ladeadas de casas restauradas, algumas delas provavelmente tão antigas como o castelo.

Dois ursos vivem no fosso que antecede a ponte levadiça e as paredes estão pintadas numa imitação de colunas e estátuas em relevo. Graças ao seu tamanho e localização, o castelo podia funcionar como uma pequena aldeia independente, incluindo um magnífico teatro, que ainda hoje é usado para os mais variados eventos culturais. Os aposentos privados das famílias que aqui viveram, agora abertos a visitas guiadas, são francamente opulentos, e a vista sobre o rio e a aldeia é digna de um postal.

ckrumlov

De noite, Český Krumlov fica ainda mais linda. Tem um castelo que fica todo iluminado. Parece mesmo uma cidade medieval. A cidade é muito mais tranquila e autêntica que Praga. Não tem multidões de turistas caminhando pelas ruas.

ckrumlov

Passeios -
Castelo - é aberto de abril a outubro
tour em ingles custa 140 Kc, aprox 4,4 euros, mas é gratis para andar pelos jardins sem comprar o tiquete.

Em Krumlov minha dica é um restaurante estilo taverna, alem daquele clima medieval da decoração a comida é muito boa(fogao a lenha), preço bom, cerveja gostosa. Tem um prato para dois chamado Castle Feast que tem carne de porco e frango grelhado um tipo de panqueca chamado Bramboracky - muito gostoso para acompanhar uma cervejinha, batata assada e uns vegetais, inclui duas cervejas e uma taça de becherovka que é um aperitivo.
Segue nome e endereço:
Rytířská krčma Markéta (Margaret´s knightly tavern)
U Zámecké zahrady 62
38101 Český Krumlov
E-mail: krcmamarketa@seznam.cz
WWW: www.ckrumlov.cz/krcmamarketa

PlzenA paisagem da região de Plzensko é caracterizada por uma natureza praticamente virgem de montes recobertos de florestas numa encruzilhada de rios e lagos, com pitorescas aldeias e inúmeros majestosos castelos e palácios que se erguem na paisagem. Centro económico, cultural e social desta região e da Boémia Ocidental é a cidade de Plzen. A cidade tornou-se famosa em todo o mundo sobretudo através da produção da cerveja da marca Plzenský Prazdroj (Pilsner Urquell). O centro histórico de Pilsen, fundado em 1295 pelo rei Václav II. na confluência de quatro rios, foi declarado reserva arquitectónica devido à elevada quantidade de património conservado que aqui se concentra. Uma dominante da cidade é a igreja gótica de São Bartolomeu (sv. Bartolomeje) com a sua torre de 102,6 m de altura.

Karlovy VaryKarlovy Vary

É uma cidade-termas situada na Boêmia ocidental (República Tcheca), a 120 km de Praga a segunda cidade mais conhecida entre os turistas que visitam a República Checa..
Reza a lenda que o imperador Carlos IV., o Pai da Pátria (aquele da Ponte de Carlos, Universidade de Carlos etc. em Praga) estava perseguindo caça nos arredores, hospedado no castelo de Loket, a 10km de KV,  quando o animal de repente pulou num vale e os cachorros do rei fugiram de lá assustados com a água quente. E assim o rei descobriu as fontes termais de Karlovy Vary. Isso é uma lenda, mas o certo é que tinha sido o Carlos IV. que deu na década de 1370 o status de cidade ao povoado e que há inúmeras fontes termais, delas 12 com bebedouros nos passeios e colunatas da cidade, essas águas ajudam a combater os males do metabolismo e da digestăo (a fonte mais famosa jorra água de 72 graus a uma altura de até 17 m e a sua água é utilizada não só nos balneários, mas também na produção se souvenirs com efeito mineral). O primeiro estabelecimento de spa data de 1522 e a cidade passou a ser um local de repouso da moda para os aristocratas europeus e para a realeza, o Czar Pedro O Grande, o Frederico I da Prússia e a Imperatriz Maria Teresa, foram uns dos habituais utilizadores dos spas. No final do século XVIII, as termas tornaram-se o melhor resort de saúde do mundo. Karlovy Vary era um importante local também para os artistas e pensadores. O escritor, Johann Schiller, passou a sua lua-de-mel aqui, J.W. Goethe visitou 13 vezes a cidade; BeethovenBrahmsWagner, Tchaikovsky e Liszt, entre outros compositores, também visitaram a cidade e deixaram placas homenagenado a mesma, ou a cidade mais tarde construiu bustas e estátuas para homenagear os ilustres visitantes.
A cidade é situada no vale do rio Teplá, rodeada por bosques. A grande parte dos prédios da cidade é datada do final do século XIX e inícios do século XX, contudo, há também construções mais antigas, como a Torre de Carlos IV., ou a Igreja matriz de Maria Madalena, obra do famoso arquiteto barroco Kilian Ignatz Diezenhofer (autor das igrejas barrocas de São Nicolau em Praga, entre outras). As famosas colunatas com fontes termais são uma das maiores atrações, ao lado da linda igreja ortodoxa de São Pedro e São Paulo, a já mencionada igreja barroca, o teatro Municipal e inúmeros palácios e parques.
 A cidade também é conhecida pelo seu Festival Internacional de Cinema que é frequentado por muitas celebridades internacionais, e em Setembro Karlovy Vary alberga o Festival de Música Clássica de Dvořák (a famosíssima sinfonia Do Novo Mundo, de Dvořák, teve a sua estréia aqui).
O que comprar:
Oplatky - umas bolachas muito fininhas, com recheios tradicionais de avelã ou chocolate (mas há muitos outros), vendidos nas lojas e barraquinhas por toda a cidade, nas caixas para levar ou esquentadas na hora – uma delícia!
Becherovka – um licor ervas com mais de 200 anos de história. A sua fórmula que contêm 32 ervas e especiarias é até hoje um segredo conhecido só de dois funcionários da fábrica. Um ótimo digestivo! (é possível visitar a fábrica próxima à rodoviária)
Cristais de luxo Moser ou outros cristais da Boêmia
Porcelana Thun (de inúmeros modelos, até os mais luxuosos) ou de outras importantes fábricas da Boêmia

Sobre a República Tcheca

Castelo de HlubokaRepublica Tcheca faz fronteira com a Polônia, Alemanha, Áustria e Eslováquia. Tem uma população de 10 milhões de habitantes e é dividido em tres regiões: Boêmia, Moravia e Silesia. Famosa pela produção de cerveja (a Pilsner, produzida na cidade de Pilsen e conhecida como a melhor do mundo, e a Budweiser, em Ceske Budejovice), a República Tcheca também oferece passeios por aproximadamente 2500 castelos e palácios, centenas de museus, cidades medievais, belas paisagens com bosques e montes e toda a tranqüilidade de lugarejos como Cesky Krumlov, uma cidadezinha de 15 mil habitantes que parece ter sido esquecida no tempo, mas com toda a comodidade e o conforto que os turistas mais exigentes gostam. A capital do país é Praga. É membro da União Europeia desde 2004.


A maioria dos 10,2 milhões de habitantes da República Checa são etnicamente e linguisticamente checos (95%). Outros grupos étnicos incluem germânicos, ciganos e polacos. Após a divisão de 1993, os eslovacos compõem cerca de 2% da população actual.

A maior comunidade religiosa é a Católica Romana (27% da população). Uma grande percentagem da população checa alega ser atéia (70%)

A comunidade judia soma alguns milhares hoje; uma sinagoga em Praga é memorial de mais de 80.000 checoslovacos judeus que foram mortos durante a Segunda Guerra Mundial.

Os desportistas mais renomados da República Checa (incluindo também os atletas do tempo da Tchecoslováquia) são: Emil Zatopek (atletismo), Frantisek Planicka, Josef Masopust, Tomas Skuhravý,Petr Cech, Pavel Nedved e Milan Baros (todos do futebol)

Política da República Tcheca

O primeiro-ministro é o chefe de governo e mantém poderes consideráveis, incluindo o direito de determinar a maior parte da política interna e externa, mobilizar a maioria parlamentar e nomear ministros.

Václav Klaus, agora presidente da República Tcheca, ex-presidente dos democratas cívicos (ODS), ainda é um dos políticos mais populares do país. Como chefe-de-Estado formal, tem poderes específicos como o direito de veto, nomear juízes do Tribunal Constitucional, indicar o primeiro-ministro e dissolver o parlamento sob raras e especiais condições.

O parlamento é bicameral, com uma Câmara dos Deputados e um Senado.

A instância judicial máxima do país é a Suprema Corte. O Tribunal Constitucional, que arbitra questões constitucionais, é nomeado pelo presidente e seus 15 juízes têm mandatos de 10 anos.

Educação

O número de pessoas que completam sua educação nos níveis elementar, secundário e universitário é muito alto na República Tcheca quando comparados aos padrões mundiais. Todas as crianças na República Tcheca devem freqüentar a escola primária na idade de 6 a 15 anos. A República Tcheca tem um alto nível de educação geral e uma longa tradição em engenharia e manufatura. Mais de 10% da população é altamente capacitada em habilidades computacionais e o sistema educacional forma cerca de 5.000 alunos em ciências da computação a cada ano. De todos os alunos universitários, a maioria são estudantes de ciências, matemática e engenharia. O ano escolar vai de setembro a junho. As férias de verão são de 1º de julho a 31 de agosto. 72% são escolas municipais, 21% das escolas são estabelecidas por governos regionais, 5% são privadas e o restante é estabelecido pelo estado ou pela igreja. No ano escolar 2003-2004, havia 2.112.845 de crianças, alunos e estudantes no sistema educacional tcheco (21% da população).

 

Tel: +420 / 607 / 552731  -  Fax: +420 / 2 / 2432 4618
http://www.guia-em-praga.com.br e-mail: info@guia-em-praga.com.br